Como realizar a Adequação de máquinas e equipamentos

Adequação de máquinas e equipamentos: como iniciar conforme a NR-12?

Realizar a adequação de máquinas e equipamentos é uma ação extremamente necessária para a segurança dos funcionários de uma empresa. A legislação que regulamenta esse segmento é a NR-12, criada pelo governo brasileiro em 8 de julho de 1978 através do Ministério do Trabalho. Ao cumprir os preceitos da lei, as adequações de máquinas e equipamentos reduzem os riscos de acidentes.

É certo que a busca por medidas que garantem a saúde e segurança do trabalhador dentro do ambiente de trabalho tem ganhado cada vez mais destaque. Com a adequação das máquinas e equipamentos, é garantida a integridade física dos trabalhadores, visto que essas peças podem gerar diversas lesões. Estas podem ser desde arranhões, queimaduras e cortes, até ferimentos mais graves, como fraturas, lacerações, lesões por esmagamento ou mesmo amputação e morte.

A fim de auxiliar você a iniciar um trabalho de adequação de máquinas e equipamentos conforme a NR-12, esse artigo abordará os principais sistemas de proteção de máquinas e a importância da contratação de uma equipe especializada para as adequações. Acompanhe a leitura!

Sistemas de proteção de máquinas e equipamentos

Os sistemas de segurança de máquinas e equipamentos é formado por um grupo de proteções e dispositivos de segurança, que tem como objetivo evitar agravos à saúde e integridade física dos trabalhadores e pessoas nas imediações.

Para a adequação a NR 12, podem ser utilizados os seguintes sistemas de segurança:

  • Barreiras: As barreiras são materiais físicos que impedem o contato do trabalhador com os componentes da máquina. Estas barreiras podem ser móveis ou fixas, intertravadas e ajustáveis.
  • Automatização de Alimentação e Ejeção: Ao utilizar mecanismos automatizados para essas atividades, o trabalhador está isento da exposição durante o manuseio dos produtos fabricados.
  • Dispositivos: Esses sistemas limitam ou impedem o acesso à área perigosa. Os mais conhecidos são os sensores, com detecção de presença, controles de desarme de segurança, controle bimanual, cabos de retração ou de restrição, relé, portas de acesso com controle e chaves de segurança.
  • Diagramas elétricos: Os diagramas elétricos são essenciais para a interpretação dos circuitos elétricos. Para uma elaboração de projetos seguros, é necessário que esse esqueleto siga os padrões e normas (usualmente a NBR 5444).
  • Proteções diversas: Além das opções citadas acima, outros métodos podem ser utilizados para a proteção dos operadores. Assim, a utilização de chapas para conter limalhas, faíscas, sprays ou outras formas de detritos projetados são bem-vindas no ambiente de trabalho. É necessário também a utilização de ferramentas adequadas que um operador pode usar para manipular materiais que entram no ponto de operação.

A importância de uma equipe especializada para realizar as adequações

Para adequar a sua empresa ou indústria a NR-12, é necessário um conhecimento técnico especializado e atualizado, para realizar a análise do ambiente operacional, a fim de sanar os riscos presentes para os trabalhadores.

A London SST é a solução de engenharia elétrica para você! Para mais informações sobre adequação e modernização, acesse o nosso site (www.londonsst.com.br) e conheça os nossos serviços!

,
Post anterior
NR 12: Segurança do Trabalho em Máquinas e Equipamentos
Próximo post
Projeto de adequação da NR 12: a importância para o engenheiro de SST

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Menu